Subscribe Twitter Facebook

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Indicação de post: A Culpada é a Mulher? Blog Café com Chai

Oie, gente! Tudo bem? Espero que estejam ótimas!

Venho fazer uma indicação de post que eu achei sensacional. Foi feito pela Star Kaur, do Blog Café com Chai, um dos meus blogs preferidos sobre R.I. Ela tocou num assunto importantíssimo que eu vejo desde que eu peguei o camelo rumo ao deserto (leia-se relacionamento intercultural). Vale muito a pena ler e refletir à respeito: http://cafecomchai.blogspot.com.br/2015/11/a-culpada-e-mulher.html



Aproveitando o assunto, esse endeusamento sem fim de homem árabe já cansou, eles não são perfeitos, assim como nenhum homem do mundo é perfeito. Me deixa muito triste ver mulheres de várias idades sentindo prazer em ver a infelicidade de outra mulher com o propósito de ficar "bem na fita" com homem árabe. Esse inclusive foi um dos motivos que eu me afastei de grupos de facebook sobre o assunto e também não criei um grupo do blog, fico só por aqui no blogspot mesmo, e acho que por um bom tempo.



Beijos e um excelente final de ano para todas, com muita paz, saúde, amor e vida longa e próspera! Agradeço o carinho que colhi neste ano de 2015 aqui no blog, a recíproca é verdadeira. :)

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Estou aqui!

Oi gente! Quanto tempo, né? Como estão?  Peço desculpas por não estar fazendo posts, e por isso venho aqui explicar os motivos: eu me formo no próximo semestre, ou seja eu estou naquela fase bem chata de TCC, e como se não bastasse eu estou fazendo estágio (eu acordo às 5h da manhã e chego em casa às 21h), então eu ando bem ocupada para pensar em fazer posts mais aprofundados e detalhados, mas continuo respondendo todos os comentários de vocês e emails (demoro alguns dias às vezes kkk mas respondo), então podem continuar me pedindo conselhos por estes meios.

Em relação à minha pessoa e meu habibi (porque claro somos mega importantes na internet kkkkkk, brincadeira) estamos muito bem e firmes e fortes graças a Deus.

Espero que me entendam e também saibam que o bloguinho não morreu, é que eu realmente to sufocada, mas inshallah no ano que vem essa parte vai acabar, já estou rascunhando alguns posts e em breve postarei e se tudo der certo tenho novidades! :)

Então é isso, farei posts mas não com a mesma frequência, porém não se assustem pois é só uma fase. Relembrando que estou respondendo normalmente os comentários dos posts e também por email, para quem precisar me escreve no: segredosdomaghreb@outlook.com ;)

Aproveito para agradecer todo o carinho, apoio e a confiança de todos vocês, estou feliz em poder ajudar, nem que seja em poucas palavras a cada um. Desejo de coração que todos sejam felizes em suas escolhas e que sejam fortes pois relacionamentos interculturais não são fáceis.

Um mega beijo e cuidem-se!

jujuba

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

135 anos da imigração libanesa

Alou, pipou! Tudo bem?

Então, terça-feira (29), rolou no teatro da FIESP, aqui em São Paulo, o evento em comemoração aos 135 anos da imigração libanesa. Estiveram presentes autoridades governamentais e claro, representantes e a comunidade libanesa, além de outras pessoas que não possuíam vínculo, haja vista o evento era aberto ao público. A comemoração ocorre todo ano, e em 2015 houve o lançamento do selo '135 anos da imigração libanesa' e duas apresentações artísticas. A apresentação teatral baseou-se na viagem de Dom Pedro II ao Líbano e a influência dessa viagem na imigração dos libaneses ao Brasil, que hoje contabilizam 8 milhões, juntamente com seus descendentes, a maioria encontra-se em São Paulo, onde contabilizam-se cerca de 2 milhões de pessoas. A peça "As boas vindas ao Imperador", teve o texto e direção de Samir Yasbek e a participação da Cia Teatral Arnesto Nos Convidou.

A segunda apresentação ficou por conta do grupo de dança folclórica libanesa, eu gravei uma das apresentações, segue:  
 
 
 
A resolução não ficou lá essas coisas, e algumas pessoas colocaram o cel na frente, mas dá pra pelo menos sentir a energia da música kkkkkkkkkkkkk
O SPTV também esteve lá e fez uma reportagem bem legal, confere aí

 
Espero que tenham gostado, e até a próxima ♥
Beijoca

domingo, 27 de setembro de 2015

Segredos do Maghreb Responde: O egípcio que usava foto de paquistanês

Oiii gente! Tudo bem com vocês? Como prometido, vamos à mais um post no blog, dessa vez o primeiro da série "segredos do maghreb responde", onde respondo os emails que recebo das leitoras. Os emails aqui postados possuem o consentimento de quem me enviou, e seus nomes jamais serão expostos. 

Segue abaixo o primeiro email da leitora, que aqui será tratada pelo nome fictício de "Hannah":

Ola juliana eu conheci um arabe egipcio na net, me chamo hannah*, sou de cabo verde tenho 23 anos, ele disse que quer casar comigo e constituir familia, ele disse que me ama mas tenho medo de ele estar a enganar-me, ele tem muitas amigas no facebook e elas comentam as fotos dele parecem que são mais que amigos, eu disse-lhe que não gosto nada dos comentarios das amigas dele e ele me disse para não preocupar. Começamos a falar no skype ele disse-me que não poderia ligar a camera do skype por estava com problema na camera. Então só ele pode ver-me no skype eu não posso ve-lo. Então surgiram as mimhas duvida sera que ele esta a usar-me ou a falar verdade. Ja falei com ele sobre as minhas duvidas ,e ele disse para eu escutar o meu coração .ele disse que nunca ia enganar a mulher amada ,por favor juliana ajuda-me.


Bem, agora segue minha resposta(parcial): Eu acho muito esquisito uma pessoa propor casamento e não se mostrar. Por fotos você pode ser quem você quiser, eu conheço várias histórias assim e não acabaram bem. Acho melhor você pedir para vê-lo na camera, se ele não tem camera, ele pode ir em um cyber café, todo cyber café tem camera e cyber café existe no mundo inteiro e é barato (caso ele venha dizer que não tem dinheiro). A quanto tempo voces estão juntos? Se for a muito tempo ele pode estar te enrolando sim, infelizmente tem muito arabe safado que só quer dinheiro e sexo virtual. Começa a fazer perguntas pra ele e veja se ele cai em contradição, não precisa ser direta, tente ser sutil para ele não perceber, e comece a ligar os pontos, pergunta da familia, essas coisas



Após isso, ficamos a semana trocando emails, até que obtive acesso ao perfil do tal egípcio chamado Ahmed Saeed, e já de cara descobri que ele era fake, ele usa todas as fotos e vídeos do Imran Abbas, um modelo e ator paquistanês bem famoso e que muito cara árabe usa no facebook pra enganar as gringas. Quando a hannah* já no primeiro email relatou que outras mulheres comentavam e ele disse pra não se preocupar, eu já desconfiei logo de cara, e também pelo tempo que eles estavam teclando e ele sem se exibir na câmera (3 meses). Se o cara é famoso, como ele não tem dinheiro pra comprar câmera? Foi como eu relatei no email, se o cara tá com desculpa de não ter câmera, fala pra ir em um cyber café! é baratinho e vc já tira sua dúvida! Sério gente, não acredita em perfil que tem foto atraente e ainda mais com zilhares de mulheres de todos os países do globo comentando, foge que é cilada, Bino! Fora que nesse caso, uma coisa que me chamou muito a atenção e eu também comentei com a hannah* é que: nós do Brasil não temos acesso à artistas do Oriente Médio, se temos, é quando entramos num relacionamento com árabe, ou se gostamos mesmo da cultura e ficamos pesquisando muito, mas num panorama geral, não é do país Brasil conhecer artistas egípcios, argelinos, paquistaneses, libaneses, etc, então me causou muito estranhamento ele dizer que aquelas centenas de brasileiras comentando "lindo", "te amo", entre outras coisas, eram fãs dele. Quem não deve, não teme miga! Se o cara tá dando um perdido em você ou teve o mesmo comportamento que o sujeito do email, vai investigar antes que seja tarde! Não se iluda, tem homem pilantra em qualquer lugar do mundo! A hannah* conseguiu abrir os olhos em tempo, mas e as demais? Fiquem ligadas!

E caso você tenha algo que queira compartilhar comigo, pedir conselho, etc, me escreva! segredosdomaghreb@outlook.com

Beijos e tenham uma ótima semana!

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

O Mundo Segundo os Brasileiros - Tunísia (Vídeo Completo)

Na sexta-feira passada a rede de tv bandeirantes exibiu o episódio do programa "O Mundo Segundo Os Brasileiros" que foi gravado na Tunísia! Eu particularmente amei muito o episódio e me deixou com ainda mais vontade de conhecer. O Museu Nacional de Cartago é sensacional! Já quero ir tocar nas estátuas com mais de 2 mil anos :) Ficou curioso em conhecer? Assista ao vídeo completo abaixo:


Você também pode acessar o canal oficial do Mundo Segundo os Brasileiros para assistir mais episódios ao redor do mundo. Beijos :*

terça-feira, 4 de agosto de 2015

Holi Festival das Cores - Bejaia, Argélia

Oi gente, tudo bem?

Eu vim aqui compartilhar com vocês um vídeo que vi no Facebook da edição do Holi - Festival das Cores que foi realizado na Argélia! O Holi é um festival que tem origem na Índia e acabou ganhando o mundo. Na Índia ele tem um significado bem mais profundo do que nos demais países, inclusive tem festival Holi aqui no Brasil e eu já fui, e é muito muito bom.

Eu achei interessante postar esse vídeo pois ele mostra bem como é a juventude na Argélia. Nós sempre temos aquela visão de país árabe que ninguém se diverte, a vida é casa-trabalho-mesquita-casa e só tem adultos... nunca paramos pra pensar: e os jovens? Então fica aí o vídeo para mostrar que na Argélia tem shortinho sim, tem blusa de alcinha sim, tem macaquinho tomara que caia sim, tem lazer sim e tem juventude sim! :)
É bem curtinho, assista abaixo:


Beijos! :*

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Entrevista com o Embaixador do Brasil na Argélia

Pom thya! Tudo em paz? Bom, no começo desse mês o habibi chegou no chat e disse que estava assistindo uma entrevista feita com o embaixador do Brasil em Argel na TV. Eu fiquei bem surpresa pois apesar de existirem embaixadas etc, nós não temos muitas relações internacionais com a Argélia, tanto que mal vemos notícias sobre lá nos jornais brasileiros, só tivemos nos ultimos tempos em relação à Copa do Mundo e olhe lá (para quem quiser noticias todos os dias sobre a Argélia e os países do Maghreb, curtam ou acessem a página do Al Huffington Post Maghreb e HuffPost Algérie).

A entrevista foi feita em inglês na própria embaixada, e como foi transmitida para a tv argelina as legendas estão em árabe, mas dá pra entender se você conhece o básico de inglês, e também é legal para aprender a compreensão do idioma! O tema foi islã no Brasil, confere aí!


 Beijocasssssss :*

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Aviso: O Mundo Segundo os Brasileiros - Tunísia!

Fala minhas habibas lindas! 

Vocês conhecem o programa "O Mundo Segundo os Brasileiros" da band? Pois bem, amanhã, às 23h30 eles irão transmitir o episódio que foi gravado na Tunísia! Ebaaaaaaa, habibas de tunisianos fiquem ligadinhas! 

Visibilidade para os países do Maghreb sim! Inclusive vamos pedir para gravarem na Argélia? Vamossssssssss!
FanPage: https://www.facebook.com/omundosegundoosbrasileiros?fref=nf

Não percam! 

Segue abaixo o vídeo chamada: 




Prepare o passaporte!O Mundo Segundo os Brasileiros desembarca na Tunísia!Sexta, às 23h30, na tela da Band.Siga twitter.com/omundosegundo.
Posted by O Mundo Segundo os Brasileiros on Quarta, 29 de julho de 2015

domingo, 26 de julho de 2015

A família dele, 2 anos juntos e agradecimentos

Olá meninas, como estão? Resolvi fazer um post bem rapidinho sobre a família dele. A família árabe-muçulmana sempre é vista como uma família mais fechada, cheia de regras, etc. De fato uma grande parte da família árabe é mais reservada ou digamos "conservadora", mas isso ao meu ver é uma questão cultural.

Nesse quesito me considero uma mulher de sorte. A família do meu habibi é digamos moderada, não é toda liberal, mas nem da idade média. Eles tem muitos parentes que vivem na França e alguns são casados com estrangeiras, então isso me confortou e muito, pois sempre tive receio deles me rejeitarem por não ser argelina e nem muçulmana.

Foi muito por acaso que eles ficaram sabendo da minha existência, não tivemos nada combinado, simplesmente aconteceu quando o pai dele pegou o celular dele no momento do qual eu estava ligando, e quando eu ligo aparece minha foto escrito juli amor e um coraçãozinho. Até quem não sabe o significado da palavra amor saca quando tem um coração junto da palavra/frase...depois disso inúmeras vezes o pai dele pegou a gente conversando via skype e depois de uns dias começou a questioná-lo até que ele contou. E depois disso começamos a nos ver via webcam, vi pai, irmã, irmão, gato, primos etc...raras são as vezes que eu vejo a mãe dele pois ela é extremamente tímida. Sério ela morre de vergonha de desconhecidos, e eu entendo ela pois eu também fico tímida perto de pessoas das quais não tenho muito (ou quase nenhum) contato, e isso inclui a família dele.

Como eu havia falado, tinha medo da rejeição, na verdade ainda tenho um pouco, pois na internet é uma coisa, no "face to face" é outra. Mas isso não me assusta tanto quanto assustava antigamente, sempre que tive oportunidade de ter algum contato com eles, sempre foi um contato gentil. Até quando chegou a caixa com os presentinhos que mandei pra ele, a mãe dele ficou toda feliz com a cartinha cheia de coraçõezinhos que eu mandei pra ele, e tanto ela quanto o pai nos apoiam muito e querem me conhecer pessoalmente lá.

Bem, foi bem curtinho o post para o tema família, é que realmente foi algo tão natural, que não tive (graças a Deus) nenhuma dor de cabeça, que infelizmente algumas meninas tem, por conta de choque cultural, famílias mais conservadoras que não aceitam a estrangeira,etc, que o post ficou curto, e também nem tenho taaaaaaaaanto contato diário com eles, pois eles tem vergonha de mim, assim como tenho deles (ainda? sim ainda). Mas depois faço mais posts sobre família, pois é interessante e importante tocarmos nesse ponto.

Dois anos juntos. Pois é, o tempo não passa, ele voa...completamos dois anos juntos e parece que foi no mês passado que nos conhecemos. Nesses dois anos juntos muita coisa aconteceu, muitos momentos felizes, tristes também como qualquer ser humano tem, risadas, choros, angustias, apoio, parceria, sonhos..e tudo isso fez com que amadurecêssemos, não só como casal, mas também como pessoas. Agradeço a Deus e a vida por ter colocado em meu caminho alguém tão especial, que me fez repensar em diversas coisas e ter me tornado uma pessoa melhor, que me ajudou a não desistir dos meus sonhos, que me apoia nas minhas decisões, mas também me dá conselhos, que me fez dar valor aos mais puros sentimentos...as melhores coisas da vida não são coisas, são momentos, sentimentos e valores e quando compartilhados com as pessoas que você ama, gosta e cuida, tudo fica melhor.

E muito obrigada a todas as minhas leitoras (do Brasil, Portugal, Argélia, Estados Unidos, demais países da América Latina) por todo o carinho dedicado a dar nem que seja uma simples passada no meu blog e ler um pouquinho da minha história que é parecida com de tantas outras meninas. Este blog não é apenas um diário, mas também um local onde todas podem compartilhar também suas histórias onde juntas buscamos um objetivo comum que é ser feliz. Muito obrigada de coração a todas, independente de qualquer coisa, saibam que aqui vocês tem uma amiga, mesmo que seja através de uma tela de computador.

Quer compartilhar sua história, pedir um conselho, desabafar? Me escreva! segredosdomaghreb@outlook.com é com imenso prazer e alegria que irei responder e te ajudar no que for possível!

Um milhão de vezes obrigada, e nunca desistam de seus sonhos independente de qual sonho for! ♥
Alegria compartilhada é alegria redobrada! Mega beijos no coração de vocês!
Juliana 

ps. em breve em terras maghrebinas inshaalah :)

domingo, 5 de julho de 2015

Dia da Independência

Hoje, dia 5 de julho é comemorado o Dia da Independência na Argélia, que foi conquistada após muita luta do povo argelino contra o domínio francês em 1962. 

Argelinos comemorando o fim do domínio francês na capital Argel. 05/07/1962 - Foto: AP

Segue abaixo o vídeo da comemoração no Monument des Martyrs em Argel hoje, 05/07/2015

1, 2, 3, Viva L'Algerie!!!

 

Happy Independence Day (y) (y) (y) Magnifique feux d'artifice à Alger !!! 20mn de bonheur comme si qu'on y était ... :)[ Video en HD ] Partagez un max mes amis ... pour ceux qui ont raté ;)Bonne fête nationale à tous (y) (y) (y)

Posted by Les voyages discount DZ on Domingo, 5 de julho de 2015

Culinária do Maghreb: Chorba

Olá queridas, como estão? Eu estou bem e finalmente de férias (uebaa), então tenho mais tempo para dedicar ao blog. Como todas nós sabemos (acredito eu), este é o mês do Ramadan então perguntei pro habibi algumas comidas típicas que eles comem para quebrar o jejum, e para postar no blog hoje eu escolhi: Chorba.

Chorba é uma sopa composta com carne bovina ou de carneiro, grão de bico e especiarias, e geralmente é o primeiro prato que eles consomem, por ser leve e não cair como uma bomba no estômago após horas de jejum. No Marrocos e na Tunísia a prática também é a mesma.

Segue abaixo o vídeo e a receita :)


Ingredientes: 

- 1 tigela de carne ou frango
- 1 cebola
- azeite de oliva
- 1 punhado grande de grão de bico (deixar de molho de um dia para o outro)
- 1 ¹/² lata de tomate
- 1 maço de coentro
- 1 talo pequeno de alho poró
- 1 copo de trigo verde (frik) 
- sal, coentro em pó, pimenta preta

Modo de preparo:

 - corte a carne em cubos
- coloque a carne em uma panela, adicione o azeite de oliva, a cebola picada e refogue
- adicione o sal, pimenta preta, coentro em pó e o alho poró e deixe cozinhar por cerca de 3 minutos em fogo baixo
- adicione o tomate, mexa e em seguida cubra com água e deixe cozinhar por mais alguns minutos
- quando a carne já estiver quase cozida, adicione o frik (trigo verde esmagado) no caldo e depois o grão de bico
- deixe ferver por mais alguns minutos
- ao terminar, salpique coentro e sirva quente.


Bom apetite e Ramadan Mubarak :)

receita e vídeo do site amour de cuisine

domingo, 31 de maio de 2015

Ao namorar um árabe você precisa saber que:

Fala habibtys! Tudo em paz, tudo em cima, tudo azul? Eu to na correria (fim de semestre, consegui emprego, tcc), mas estou bem! Aliás, em breve estarei de férias então poderei me dedicar mais ao blog e dar continuidade nos posts (inclusive os que dividi em duas partes) ♥. Bom vamos ao que interessa...


que é claro o Omar Borkan...aqueeeeeeeelas hahahaha
Então moçoilas, eis que você, uma brasileira que sempre teve relacionamentos com brasileiros em um belo dia se apaixona por um árabe gatoso e acha que o comportamento dele no relacionamento vai ser igual ao de um brasuca...errado. Claro que existem homens e homens, bons e ruins em cada cultura e por isso generalizar é por vezes ruim, mas os aspectos que citarei aqui é o que vi em comum entre os todos os árabes que conheci e também no meu namorado. Pode se encaixar também em indianos/paquistaneses/turcos, etc. 
Caso você queira compartilhar algum aspecto não citado aqui, fique à vontade nos coments! 
relembrando que o "Segredos do Maghreb" não é nenhum portal oficial de informações, tudo que é compartilhado aqui são percepções e experiências minhas

Então vamos lá, ao namorar um árabe você precisa saber que:

Eles são romanticos. Acho que esse é o ponto chave para explicar porque existem tantas brasileiras gamando em árabes nos últimos anos. Eles são 10x mais românticos que os brasileiros e farão de tudo para te agradar e deixar feliz.

Família é importante. Lá eles vivem como se fosse um clã, são muito unidos e se respeitam muito. Tem um ou outro habibi revoltado mas em geral a palavra da mãe e do pai é uma ordem, então pense 10x antes de querer entrar em treta com a sua sogra. 

São ciumentos, e muito. Fique 1 segundo a mais demorando para responder um simples "hi" no whatsapp que ele já vai pensar que você tá falando com outra pessoa. Também não fique citando casos que ocorreram em seus relacionamentos anteriores e nem nome de ex, pense que o teu ex já morreu

Amam a cidade e o país de onde vieram. Apesar dos 1001 problemas que o país dele possa ter, ele não nega suas origens, pelo contrario isso é motivo de orgulho e eles gostam de externar isso.

Se ele realmente estiver interessado em você, vai te propor casamento quase que imediatamente. No mundo árabe/islâmico não existe namoro, você é prometida. Eles querem constituir familia, faz parte da criação deles, então não se assuste se ele te pedir em casamento ou pensar em filhos.


São orgulhosos. Sabe a expressão "teimoso igual uma mula"? então é por aí...mas corte o mal pela raiz porque senão tomam conta da situação e você só abaixa a cabeça


Os amigos são para eles como irmãos de sangue. Também não se assuste caso veja fotos deles abraçados com outros amigos, isso lá não é sinal de que ele é gay, e sim sinal de amizade. 

Eles respeitam muito a religião e no fundinho eles tem o desejo que você se torne muçulmana. Forçar alguém a se tornar muçulmano é um haram (pecado) no islam, mas se você chegar no seu habibi dizendo que tem o desejo de se converter/reverter ele vai abrir um sorriso de orelha a orelha e te ensinar tudinho.

Não comem carne de porco. Meu namorado não sabia o que era bacon, presunto e nem linguiça antes de namorar comigo, eu que perguntei se ele conhecia e mostrei fotos. Portanto, esqueça todos os embutidos e pernis, inclusive não coloque bacon no feijão caso teu habibi venha para o Brasil 

Gostam de dançar. Bem pelo menos os argelinos gostam muito de dançar, não é dificil achar vídeos deles dançando em festas de casamento no youtube. Meu namorado quando tá no Skype ouvindo música começa a mexer o braço achando que tá numa rave

São higiênicos. Eles se depilam e cuidam da barba (caso tenha). Muçulmanos oram 5 vezes ao dia e nessas 5 vezes fazem um processo de purificação chamado ablução, onde são lavados os pés, as mãos, o nariz, rosto, pescoço e boca

Adoram fartura e as visitas são bem tratadas. Bem nesse aspecto somos parecidos, no Brasil gostamos de receber visitas e sempre com mesa farta, os árabes também são assim e vão fazer você comer tudo que tiver na mesa até explodir. 


Sexo ainda é tabu no Oriente. Portanto modere nos comentários caso seu habibi seja virgem e até mesmo nunca tenha beijado na boca (a maioria nunca fez essas duas coisas), isso é papo sério lá e dependendo da família rola até morte (caso uma menina não tenha casado virgem). Prostituição e sexo antes do casamento lá existem, mas é muito nas escondidas. 

Amam pão. Argelinos por conta da colonização francesa tomaram gosto pelos pães então não falta nas refeições argelinas uma baguete tamanho família

Bom meninas, espero que tenham gostado, caso tenha alguma peculiaridade, deixa aqui nos comentários! 
Beijocassss

domingo, 10 de maio de 2015

Nós dois: o primeiro contato

Eu nunca falei de como eu e o Yusuf nos conhecemos, então vamos lá:

O nosso primeiro contato foi no final de junho/início de julho de 2013 quando ele me adicionou. Eu apenas havia o aceitado e nada mais, até que um belo dia ele me chamou pra conversar e ficamos trocando mensagens por horas. Apesar de tudo, no começo eu achava ele meio idiota (inclusive toda vez que falo isso rimos horrores juntos, te amo amor!) mas gostava de teclar com ele..(vale ressaltar que semanas antes dele, tinha um tunisiano interesseiro que me enchia de mensagens, então eu tava meio que de saco cheio), e assim conversas vem e vão. Ele perguntava o que eu fazia, se tinha namorado (de praxe), onde eu morava, meus sonhos, etc. Uma coisa que me chamou atenção e que eu achei muito legal da parte dele é que quando eu perguntei sobre ele, o que fazia e tal ele me deixou bem claro que era uma pessoa simples, que estudava e ajudava o pai em uma mecânica. Isso me deixou surpresa porque os árabes, principalmente esses da internet gostam de ostentar..e MUITO. De todos que eu conheci, até mesmo os mais pobres de marré, sempre visavam em mostrar as coisas que tinham, e que não tinham (depois farei um post explicando mais sobre os príncipes e vilões) então isso contou pontos comigo e senti que ele era sincero em suas palavras (meu sexto sentido não falha hehe). Então começamos a conversar todos os dias, ele sempre se mostrando muito presente e preocupado se eu estava bem ou não. Até que um belo dia estávamos no Skype conversando e eu paralelamente estava no YouTube buscando umas músicas então meio que demorava um pouco para respondê-lo até que o mesmo veio perguntar se eu estava conversando com outros garotos. Eu fiquei tipo: WTF? e perguntei o por que, e ele disse que tava com ciúme. Eu parei por uns segundos e fiquei sem resposta e percebi que a coisa tava pulando pra um estágio mais sério...aí eu respondi que tava no YouTube e mudei o assunto. No dia seguinte - uma sexta-, ele não ficou online em nenhum momento e eu comecei a sentir a falta dele. E aí eu conclui que era sério mesmo e foi um mix de felicidade (haja vista que era recíproco), mas também tinha um certo medo de entrar em uma furada como infelizmente acontece com muitas habibts.

No sábado ele apareceu e automaticamente eu perguntei o porque do sumiço e ele explicou que tava com problema de net e tal, e acrescentou que sentiu minha falta - aí lá vai eu ficar toda derretida- e foi direto ao ponto: I want make you happy. E lá vai eu ter o piripaque do chaves. Eu me fazendo de desentendida, óbvio só pra ter certeza do que eu lia era sério mesmo ou só piada, e ele confirmou mais de uma vez: "I want make you happy, i want give you pure love, i want make you the most happy girl in the world, i want be more than one boyfriend to you, i want be everything you need, do you want be my girlfriend?" E aí meu mundo parou eu li, reli, raciocinei, feliz claro que sim, mas tinha medo de mergulhar de cabeça e lá no fundo meter a jaca no chão e me machucar. Então comecei a questioná-lo e tal, dizia o que ele viu em mim, e essas coisas, e ele sempre me respondia com coisas concretas e ao mesmo tempo fofas, e com o bônus de que faria de tudo pra poder ter o meu amor.

Foi então que eu resolvi deixar minha intuição, a razão e o coração trabalharem juntos e aceitei, e nunca vi alguém tão feliz, e eu também. Na época eu não tinha câmera e ele tinha dado a câmera dele pra um amigo (no dia seguinte ele foi na casa do amigo e pediu a câmera de volta pra poder falar comigo heuhehueheuuhe) então eu apenas o ouvia pelo microfone e respondia via texto pois eu pobre de marré nem microfone tinha hahahahaha. Ficamos durante horas, rindo, se declarando, planejando coisas e vivendo o nosso momento. A noite do dia 13/07/13 foi tão perfeita que eu guardo em um baú chamado coração ^^
Rumo aos 2 anos ♥



beijocas!!!!

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Argelinas e Turcas: A luta por direitos

Minhas amoras, tudo bem com vocês? Eu vou compartilhar abaixo com vocês a primeira parte de uma matéria que eu realizei para a Universidade sobre direitos das mulheres em países do mundo islâmico. Eu ainda tenho bastante conteúdo para fazer uma segunda parte e quando estiver pronto eu divulgo aqui também! Teve a participação especial da Niny do blog "amor do lado de lá" e também da prima do meu habibi hehe, obrigada fooofas ♥


Argelinas e Turcas: A luta por direitos
Apesar das novas mudanças, ambas acreditam que ainda há muito que ser feito
Por Juliana Lourenço
Os meses de fevereiro e março fomentaram grandes discussões acerca de direitos da mulher em alguns países islâmicos, com destaque para Turquia e Argélia, que após a tentativa de estupro seguida de assassinato da estudante turca Özgecan Aslan e da aprovação da nova lei argelina que criminaliza a violência contra a mulher, fizeram com que ambos países se voltassem à questão da representatividade feminina, inclusive a rever códigos de defesa da família.
No dia 5 de março, os membros do Congresso Nacional do Povo (ANP) aprovaram a lei de criminalização da violência contra a mulher, com penas que variam entre 1 a 20 anos dependendo da gravidade do caso. Para o Ministro da Justiça, Tayeb Louh, a lei é um dos primeiros passos contra a violência e todas as formas de discriminação contra as mulheres argelinas. As estatísticas registram que cerca de 100 a 200 mulheres morrem por ano na Argélia decorrentes de violência doméstica. A nova lei fez inclusive com que três dias após a votação, no Dia Internacional da Mulher, o atual presidente do país, Abdelaziz Bouteflika pedisse a revisão do Código da Família, que esta em  vigor desde 1984 e que é baseado na sharia (lei islâmica). A Argélia se tornou o segundo país do Maghreb a criminalizar a violência contra a mulher, ficando atrás apenas da Tunísia.
Apesar da nova lei, as argelinas acreditam que ainda é necessário grandes mudanças principalmente na visão da sociedade argelina para com as mulheres, como conta a estudante de Direito de 22 anos, Meriem Laroussi: “Mesmo com a nova lei, a visão da sociedade argelina continua estática, eles acreditam que as mulheres não podem fazer todo tipo de trabalho. Ainda é necessário leis mais rígidas”. A estudante de Linguística, Sabrina Migabel de 24 anos acredita que a sociedade argelina deva respeitar mais a opinião da mulher: “ Eles deveriam respeitar a nossa opinião. Principalmente acerca do uso do lenço (não nos obrigar a usá-lo), eles deveriam confiar em nós, na nossa força e habilidades”. O advogado em direito penal, Ahmed Twahria explica que “muitas pessoas veem as mudanças no Código da Família, como mudanças na própria lei islâmica, e isso acaba dificultando o processo”.
         No mesmo contexto, não tão distante, a Turquia vive uma forte onda de protestos após a tentativa de estupro seguida de morte da estudante de psicologia de 20 anos Özgecan Aslan, em fevereiro deste ano. Elas denunciam a crescente onda de violência contra as mulheres na Turquia e para a omissão e até mesmo a  cumplicidade do governo do atual presidente Recep Tayyip Erdoğan, que tende ao radicalismo islâmico frente à questão. Segundo dados oficiais, em 2002 menos de 100 casos foram registrados no país, e já em 2014 este número chegou a 300. O levantamento do site Bianet, que trabalha com questões de direitos humanos na Turquia apontou que somente em janeiro deste ano, 27 mulheres turcas foram mortas.
O grupo Türkiyede Kadin Olmak (Ser uma mulher na Turquia) conta que é difícil caminhar em alguma rua da Turquia sem sofrer algum tipo de abuso, seja ele verbal ou físico: “É quase que impossível andar em alguma rua na Turquia sem passar por uma experiência de abuso, e as pessoas e também a lei sempre protegem quem ataca, e não a vítima. Os homens na Turquia abusam e estupram não só mulheres, mas também crianças e animais. É tão normal seu pai ou seu irmão te bater ou até mesmo te matar.” A brasileira Rhanya A.K, de 32 anos que vive há 3 anos e 3 meses na Turquia relata: “Casos de agressão doméstica, apesar de não permitidos pela lei, são permitidos pelas próprias pessoas, tanto os maridos que agridem as esposas, quanto as famílias dos maridos que muitas vezes acham certo, e por fim as mulheres que são as vítimas, não denunciam os maridos.”
 

Espero que vocês tenham gostado, e em breve postarei a segunda parte, assim como um texto sobre as mulheres iranianas e a obrigatoriedade do uso do véu :)

beijo beijo pupilas

domingo, 19 de abril de 2015

Culinária do Maghreb: Mhadjeb

Oi amoras! Tudo bem? Comigo tá tudo bem, apesar do meu sumiço. Bem hoje meu habibi me mandou um vídeo que foi a inspiração do post de hoje...pra quem não sabe nós conversamos muito sobre: culinária! Sim, culinária hahahaha, ele é muito curioso em relação a culinária brasileira e quer provar todos os pratos (exceto os que contenham carne de porco, mas já pensamos em substituir o porco por outra coisa por exemplo na feijoada kkk) e eu também sou muito curiosa em relação à culinária argelina porque adoro cozinhar e gosto de aprender coisas novas (e também adaptar para uma versão vegetariana ^^)



Então, eu já havia visto alguns vídeos sobre o Mhadjeb que é uma espécie de crepe que você cozinha em uma chapa. Só que o crepe argelino a massa lembra muito massa de pão árabe (o pão pita), já aqui no Brasil a massa de crepe é a mesma que fazemos panqueca, portanto uma massa cremosa batida no liquidificador. Perguntei pro meu habibi e para umas meninas argelinas sobre o recheio: tradicionalmente é um molho de tomate temperado (principalmente com cebola) e levemente apimentado, mas tem quem adicione outras coisas como no vídeo que vou mostrar, onde é adicionado atum. É uma comida de rua muito popular e você não terá dificuldade em encontrar caso esteja perambulando pelas ruas argelinas.

Segue abaixo receita + vídeo (porém está em francês):

*receita e vídeo do site amour de cuisine

Para a massa: 
  • semolina
  • sal a gosto
  • água
Para o recheio: 
  •  2 cebolas
  • 3 tomates
  • 2 dentes de alho
  • sal
  • pimenta
  • coentro em pó
  • atum 

Modo de preparo: 

Massa:  Humedeça a semolina e o sal com água, até dar o ponto de massa. Amasse bem a massa, mas sem que ela se rasgue, portanto separe em pedaços pequenos e vá os moldando até que a massa obtenha forma homogênea e elástica. A massa não pode se rasgar, tem que estar macia, caso seja necessário adicione mais água até dar o ponto. Deixe descansando e prepare o recheio.

Recheio:  Corte as cebolas em tiras. Refogue-as com o óleo drenado da lata de atum. Em seguida adicione o alho e os tomates em cubos e adicione os temperos de acordo com o seu gosto e deixe cozinhar bem. Retire do fogo, deixe esfriar e adicione o atum. 

Montando o Mhadjeb: Com a massa já pronta, faça bolinhas do tamanho de uma tangerina. Unte a mesa com óleo e abra cada uma das bolinhas e coloque o recheio. A massa deve ter uma expessura bem fina, quase transparente. Depois de colocado o recheio, feche a massa como se fosse um envelope e coloque em uma chapa ou frigideira antiaderente ou com um pouco de óleo e deixe até dourar os dois lados. 

Vídeo: 



Mhadjeb na Casbah de Argel: 





Espero que tenham gostado e bom apetite! 



sábado, 21 de março de 2015

Dicas de sites para aprendizado de idiomas

Salam mocinhas! Hoje eu resolvi postar para todas dicas de sites/grupos/ de aprendizado de idiomas (alguns focam só no inglês), porque acho que independente do nível de conhecimento que você tem em um idioma estrangeiro é sempre bom tirarmos 1 horinha do nosso dia para estudarmos e aprendermos sempre mais. Isso não é só para o relacionamento intercultural, mas também pra vida, seja para viagens ou até mesmo futuro profissional, que hoje em dia eles exigem muito um segundo idioma, alguns até vão além: pedem idiomas mais "exoticos", tipo mandarim. A China tá crescendo de forma absurda e daqui uns anos teremos que tentar ao menos falar um oi em mandarim hahahahha, então vamos aos sites: 

http://livemocha.com/ - Livemocha: O deuso dos idiomas virtuais pra mim. Eu já falei que o LM foi por onde tive meus primeiros amigos estrangeiros e também foi lá e com essas pessoas que eu pulei do inglês não sei nada, pra um inglês intermediário, então eu indico e muito. Além de inglês fiz turco, hebraico e italiano, é muito bom, super recomendo pra aprendizado! Tem várias línguas e é necessário empenho como em qualquer outro curso.

https://www.busuu.com/pt/ - Busuu: Eu usei pouquíssimo o busuu, então não tem como eu fazer uma grande análise sobre, o tempo que usei foi bastante útil, deu pra aprender. E o legal é que tem o app dele, então dá pra você treinar via cel em qualquer lugar que você estiver! 

http://pt.forvo.com/ Forvo: Meu, sem palavras! O Forvo eu descobri com o meu pai quando eu tinha lá pros meus 13/14 anos, quando ganhei meu primeiro pc kkk. Ele é considerado inclusive um dos maiores guias de pronúncia do mundo, tem das mais diversas línguas, umas que nunca nem mesmo ouvimos falar! Dá pra você enviar pronuncias de palavras também, e assim ajudar pessoas mundo a fora. Pra quem tá com dificuldade de pronúncia/conversação eu super indico!

http://www.bbc.co.uk/languages/ BBC Languages: Não conheço muito a plataforma, mas é bem interativo, com vídeos, testes, textos e etc.

https://www.facebook.com/groups/autodidatas/?fref=ts Auto-didatas em Inglês: Mega grupo do FB com foco no aprendizado de inglês

https://www.facebook.com/groups/326134177590570/?fref=ts Aprendendo o Árabe: também grupo do FB, bastante material pra quem quer aprender a língua do habibi e não tem $$ para pagar um curso, muito bom.

http://www.myenglishonline.com.br/ - My English Online da CAPES/MEC: Alô galera do ENEM! Alô galera da Federal! Siiiim, o Ministério da Educação também tem uma plataforma para aprendizado de inglês e este ano vai abrir para francês. O My English Online é uma plataforma muito boa, com materiais da National Geographic, como vídeos, audios, textos etc para você aprender! Quem pode participar? Alunos de instituições de ensino superior públicas, pessoas que estudam em universidade privada que obtiveram nota superior a 600 no enem a partir de 2009 e alunos de pós-graduação recomendado pela CAPES. É rapidinho pra se inscrever e já começar as aulas. Só lembrando que se você ficar mais de 2 semanas sem logar e estudar seu cadastro é bloqueado. Além disso para cada módulo concluído você ganha um certificado! E agora o MEC vai aplicar o exame TOEFL também e olha: tudo free! 

Bem pessoal, esses foram alguns sites e grupos que eu já tive contato e resolvi compartilhar com vocês. Creio que eu tenha me esquecido de algum, mas vou tentar atualizar esse post sempre com infos novas, porque o bloguinho também é escola! kkkk caso vocês lembrem de algum, comentem e assim vamos nos ajudando e também ajudando outras pessoas que querem aprender um novo idioma. Estudantes do mundo, uni-vos!

beijocas

ps. esqueci de dizer: como tudo na internet, nesses sites (livemocha, busuu) podem e tem certos "seres" que só se cadastram pra aventuras e não para aprender ou ajudar, então ignore-os e curta suas aulas! 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Powered by Blogger